Mais uma vez, o campeão mundial de ciclismo deu aula de flexibilidade ao vencer chegada em subida.

Hoje, na quinta etapa do Tour de France 2018, o eslovaco Peter Sagan (Bora-Hansgrohe) deu mais uma prova de sua incrível flexibilidade. Se nas etapas totalmente planas o tri-campeão mundial de ciclismo bateu guidão com grandes velocistas, hoje ele venceu em circunstâncias bem diferentes - em um terreno acidentando, cheio de subidas, descidas e curvas, com uma chegada em aclive e uma boa semelhança com as provas clássicas de um dia.

O resultado garante para Sagan uma vantagem ainda maior na liderança da camisa por pontos do Tour. Vale lembrar que ele venceu o segundo estágio da competição, tendo se posicionado bem em quase todos os dias até agora.

Com 204.5km, a etapa entre Lorient e Quimper viu os velocistas puros perdendo contato com a ponta do pelotão, enquanto nomes como Philippe Gilbert (Quick-Step), Greg Van Avermaet (BMC), Julian Alaphilippe (Fra) Quick-Step Floors e Sonny Colbrelli (Bahrain-Merida), todos eles especialistas em clássicas, preparavam-se para atacar na hora certa tentando garantir a vitória.

Na aproximação final para a meta, Gilbert foi o primeiro a jogar as cartas. Porém, a "Gilbertada" falhou, com o ciclista sendo incapaz de abrir uma vantagem vencedora. A camisa amarela de Avermaet assumiu a frente, mas foi incapaz de resistir a forte aceleração de Sagan e Colbrelli. A dupla seguiu lado a lado por vários metros, até que Colbrelli finalmente perdeu velocidade, cedendo a vitória à eslovaco.

Confirmando a cara de clássica da etapa, tivemos Alejandro Valverde (Movistar) em quarto, seguido de Julian Alaphilippe (Quick-Step) e Dan Martin (UAE Team Emirates). Van Avermaet cruzou em sétimo lugar para reter a camisa amarela por mais um dia.

Amanhã, teremos a primeira chegada com uma subida mais forte deste Tour, com a linha sendo posicionada ao alto do Mûr de Bretagne. Apesar de não ser uma montanha, seus 2km de extensão com média de 6,2% certamente serão palco de uma bela disputa pela vitória.

Vale ressaltar que, graças ao terreno ondulado e com muitas subidas considerareis, muito provavelmente terenos grandes alterações nas primeiras posições da classificação geral, com a camisa amarela podendo encontrar um novo dono.

Resultados - Etapa 5
1 Peter Sagan (Svk) Bora-Hansgrohe 4:48:06
2 Sonny Colbrelli (Ita) Bahrain-Merida
3 Philippe Gilbert (Bel) Quick-Step Floors
4 Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team
5 Julian Alaphilippe (Fra) Quick-Step Floors
6 Daniel Martin (Irl) UAE Team Emirates
7 Greg Van Avermaet (Bel) BMC Racing Team
8 Søren Kragh Andersen (Den) Team Sunweb
9 Andrea Pasqualon (Ita) Wanty-Groupe Gobert
10 Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida


Classificação Geral - Etapa 5
1 Greg Van Avermaet (Bel) BMC Racing Team 18:22:00
2 Tejay van Garderen (USA) BMC Racing Team 0:00:02
3 Philippe Gilbert (Bel) Quick-Step Floors 0:00:03
4 Geraint Thomas (GBr) Team Sky 0:00:05
5 Julian Alaphilippe (Fra) Quick-Step Floors 0:00:06
6 Bob Jungels (Lux) Quick-Step Floors 0:00:09
7 Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb 0:00:13
8 Søren Kragh Andersen (Den) Team Sunweb
9 Rigoberto Uran (Col) EF Education First-Drapac p/b Cannondale 0:00:37
10 Rafal Majka (Pol) Bora-Hansgrohe 0:00:52

Fonte: https://www.pedal.com.br/tour-de-france-2018-5-sagan-vence-sprint-em-subida_texto13129.html